Origens da cachaça: como essa bebida se tornou marca registrada do Brasil

Postado por: Jardel Rodrim | 08-outubro-2017
origens da cachaça

No artigo de hoje, vamos contar resumidamente as origens da cachaça no Brasil!

Aqui na Seleta, temos muito orgulho de dizer que a cachaça é a cara do nosso país. Ela reflete a alegria e genialidade do nosso povo, além de mostrar que somos exigentes quando o quesito é bebida de qualidade.

Então, bora entender como essa bebida tão típica da nossa cultura — e tão versátil — foi criada e deu os primeiros passos para se tornar o que é hoje:

As origens da cachaça

A origem da cachaça remonta ao triste período da escravidão no Brasil. O primeiro tipo de produto que o nosso país exportou, logo que os portugueses chegaram aqui, foi a cana de açúcar e os produtos derivados dela. Para tal, a mão-de-obra utilizada era a escrava.

No processo de criação do açúcar, uma das etapas é cozinhar o caldo da cana em enormes caldeirões até ele engrossar. Esse caldo grosso é chamado de melaço.

A superfície do melaço é ainda mais grossa, e foi apelidada pelos escravos de “cagaça”. Como não tinha uso para a produção do açúcar, a cagaça era descartada ou servia de alimento para animais.

Em repouso durante alguns dias, ela fermentava e se tornava uma bebida altamente alcoólica. Logo, logo, algum dos escravos notou seu sabor e, provavelmente, transformou o processo de fermentação em algo artesanal.

E, assim, a “cagaça” virou “cachaça”.

A “inveja” dos portugueses

Segundo o historiador Câmara Cascudo, também pode ser que os próprios portugueses tenham aplicado técnicas de destilação à bebida. Eles haviam aprendido essas técnicas com os árabes pouco antes.

Rapidamente, a cachaça se tornou um bem valioso, utilizado em trocas entre países que faziam comércio com o Brasil. E, tão rápido quanto, sofreu com altíssimos impostos da Coroa Portuguesa.

Afinal, ela competia com uma bebida portuguesa chamada “bagaceira”, feita a partir da fermentação do vinho.

A gente, aqui da Seleta, acha mesmo é que Portugal estava perdendo de lavada na competição pela qualidade da bebida e resolveu “apelar”. Fala a verdade.

O boom da cachaça no mundo

Seja como for, não demorou muito para a nossa cachaça se popularizar e ganhar o mundo. Hoje em dia, tem muita, muita gente mesmo (a Seleta incluída) que acredita que vai haver um boom da cachaça no mundo.

Imagina só você, apreciador de cachaça, vendo isso acontecer com aquela sensação de “eu já sabia”. Viva a cachaça! Viva a Seleta! Viva o Brasil!

(Tá. Isso foi muito Galvão Bueno.)

Ah, não se esqueça de curtir a nossa página no Facebook e seguir o nosso perfil no Twitter. Lá, você vai ficar por dentro de todas as novidades sobre cachaça.