As melhores técnicas de conquista para o seu fim de semana não passar em branco

Postado por: Jardel Rodrim | 18-agosto-2017
técnicas de conquista

Tem gente que acha que flertar é igual a sair para caçar: preparar, atirar, fogo. Pronto, acertou ou errou. Esses sim, não entendem nada de técnicas de conquista.

Se você tem tido problemas, pode ser por pensar assim. Tá na hora de relativizar esses conceitos e aprender algumas técnicas de conquista.

Sabe como é, a gente aqui da Seleta sabe que beber é bom, mas é melhor a dois. Então se liga nessas dicas de paquera que preparamos para você:

A primeira das técnicas de conquista: não atire para todos os lados

O negócio é a qualidade, jovem, e não a quantidade. Se você chega no rolê tentando todxs, já começou mal. Vamos dar um tapa nessa técnica?

Tem uma forma batata de saber se alguém tá na sua: o contato visual. Olha, é muito mico abordar alguém que você não sabe se tá afim, e a troca de olhares é uma boa forma de sondar as suas chances antes de fazer qualquer aposta.

Mas cuidado lá, hein. Se ficar olhando muito fixamente o crush pode pensar que você é maníaco psicopata e sair correndo.

Não seja canastrão ao puxar papo

Beleza, você olhou, a outra pessoa olhou. Pintou aquele clima pra puxar assunto. Esse momento é muito importante.

Evite puxar um assunto como se tivesse escrito na sua testa “olha, eu tô inventando alguma coisa pra falar”. Faça isso de forma natural: evite sorriso canastrão, fale baixo e aja naturalmente.

Por mais que tenha gente que não liga pra isso, não custa nada ser discreto, né. Ah, homens, evitem pegar as mulheres pelo braço. Isso é meio violento e invasivo, não acham?

Conversa é pra gente se conhecer

Você trocou olhares, foi correspondix. Partiu para a iniciativa, puxou conversa e rolou um início de papo. Ótimo!

Mas lembre-se de uma coisa: você não é ator. Tá bom, pode até ser que seja, mas o que queremos dizer é que conversar com o crush não é ser o ator principal de nenhuma peça de teatro.

Para começar, nada de ficar falando de você o tempo todo. Seus feitos heróicos (verdadeiros ou inventados) não vão conquistar ninguém, só vão passar uma imagem de que você não tem modéstia ou é mentiroso.

Pense sempre que a conversa serve para duas pessoas se conhecerem. Ouça com atenção e fale quando achar que é o momento.

Com certeza vocês vão descobrir que têm algo em comum!

Aproxime-se e toque, mas sempre com consentimento

Se a conversa flui, as risadas afloram e a atenção de vocês começa a se concentrar um no outro, pode saber: deu fit.

Essa é a hora de se aproximar, fazer contato físico com a outra pessoa. Mas calma lá, hein. Evite ser brusco e, principalmente, tenha certeza de que tudo que você fizer tem o consentimento de quem está do outro lado.

Tudo dá certo se você conversar, agir e se vestir com naturalidade (afinal, o visual também é importante, certo?).

Já seguiu a página da Seleta no Instagram? Lá, a gente dá dicas como essa aqui e muito mais: receitas de drinks, vídeos e fotos legais. Dá uma passada lá!